FAÇA O SEU LOGIN
Introduza o seu anci nome de utilizador.
Introduza a senha associada ao seu nome de utilizador.
|
Prescrição de antibioticos em doentes hospitalizados e risco de Clostridium difficile nos doentes que ocupam a mesma cama a seguir

Receipt of Antibiotics in Hospitalized Patients and Risk for Clostridium difficile Infection in Subsequent Patients Who Occupy the Same Bed.  Daniel E. Freedberg, Hojjat Salmasian, Bevin Cohen.... Elaine LarsonJAMA Internal Medicine 2016; 176(12): 1801-1808 Este estudo teve como objectivo perceber se o facto de o doente que ocupou uma cama ter tomado antibióticos tem alguma repercussão sobre o doente que vai ocupar a cama a seguir, nomeadamente no que se refere a infecção por Clostridium difficile.A metodologia utilizada foi a seguinte: Um estudo retrospectivo de coorte de doentes adultos internados em 4 hospitais entre 2010 e 2015. Foram excluídos os doentes que tinham tido infecção por C. difficile recentemente, que tivessem adquirido infecção por C difficile dentro de 48 horas após a admissão, que não tenha sido possível fazer a seguimento por tempo suficiente ou se o a ocupação anterior da cama tivesse tido uma duração de menos de 24 horas. O primeiro factor analisado foi saber se o doente que tinha ocupado a cama anteriormente tinha tomado antibióticos e se o ocupante seguinte tinha tido infecção por C. difficile. Foram registados os dados demográficos, co-morbilidades, resultados laboratoriais e terapêuticas.Foram estudados 100615 pares de doentes e em 576 pares (0,57%) foi detectada a associação em estudo. A relação manteve-se inalterada mesmo depois de se ajustar para factores que se sabe serem relacionados com o risco de C. difficile e também as situações em que o primeiro doente do par (que teria tomado antibióticos) também tivesse tido infecção por C. difficile. Nenhum outro factor relacionado com o doente que tinha ocupado a cama anteriormente, esteve associado ao maior risco de adquirir C. difficile pelo doente seguinte.O que é que isto significa?A tomada de antibióticos é um importante factor de risco para adquirir infecção por Clostridium difficile. Mas, neste caso, o está em causa é que os antibióticos administrados a um doente podem alterar o microambiente local de forma a afectar o risco do doente seguinte em relação a C. difficile. Trata-se de um resultado intrigante e terão de se fazer estudos adicionais para perceber onde/o que é que acontece para ter impacto no doente seguinte. Comentado por Elaine PinaDezembro, 2016 

21 Dez 2016